Mais uma para a lista de perrengues de uma cadeirante

Eis a madame que vos fala resolve bater perna no Shopping Vila Velha (Shopping inaugurado recentemente aqui no Estado). Tudo transcorria tranquilo até quando me dirigi ao elevador para descer rumo ao meu buzu. 

O único elevador do shopping não estava funcionando mais. O segurança acionou a equipe de resgate e prontamente eles apareceram para me socorrer. A descida teria que ser realizada pela escada rolante. Momentos de tensão. 

Conversamos um pouco qual seria a estratégia para a mais esperada e agonizante descida (a sensação que eu tinha é que quando chegasse lá embaixo ia cair eu e os homens do resgate, estatelados no chão). Esse meu pavor todo é por eu estar na cadeira de rodas motorizada que em casos como este gera uma total insegurança. Esse tipo de cadeira é muito pesada e se precisar fazer uma manobra braçal mais rápida se torna impossível. 

Mas finalmente transcorreu " tudo bem", cheguei ao térreo inteira fisicamente mas em pedaços com a situação, uma mistura de insegurança e constrangimento, abalada emocionalmente. Isso que dá colocar um shopping inacabado para funcionar, com uma estrutura gigante e apenas um elevador em funcionamento. Mais uma para a lista de perrengues de uma cadeirante que não se limita e não se cansa de detectar e denunciar lugares despreparados e inacessíveis.

Comentários

  1. Dá medo sim! O bom que em horas assim quando estou com um sobrinho ele levanta meu astral com essa: "_Tia! É com ou sem adrenalina?"
    :)

    Beijos,
    https://cadeiranteemprimeirasviagens.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  2. Desse jeito Lella, apareça mais vezes, saudades!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Pessoas com deficiência x sexo

Devotees

Ser cadeirante...