Pular para o conteúdo principal

Saia do Trivial - Sempre Existe uma Alternativa

Quando li esta matéria a primeira coisa que veio a minha cabeça foi: quando você achar que não existe uma saída se REINVENTE, saia do trivial. Use a imaginação, o bom humor - como o próprio nome da peça de Nando Bolognesi diz: Se Fosse Fácil, Não Teria Graça. Leia abaixo e quem puder assista a peça! 

No fim da década de 80, o paulistano Nando Bolognesi levava a vida entre a faculdade, as baladas e o futebol. Durante um intercâmbio na Europa, percebeu que seu corpo não respondia a estímulos imediatos. Primeiro, ele encontrava dificuldade para se equilibrar em uma escada rolante. Logo depois, a desenvoltura com a bola nos gramados parecia coisa do passado e até usar um desodorante se transformou em uma árdua tarefa. 

Portador de esclerose múltipla, Nando buscou a reinvenção e, dali em diante, não parou de se superar. Aposentou o diploma de economia, virou ator e palhaço e, 25 anos depois do diagnóstico, transita entre o cômico, o trágico e o documental na peça Se Fosse Fácil, Não Teria Graça, em cartaz no Teatro Eva Herz em São Paulo, nas terças, às 21h. Parafraseando a stand-up comedy, o autor e também diretor, hoje com 46 anos, recorreu ao humor e a uma boa dose de otimismo para criar a própria sit-down tragedy. Ele não poupa a si mesmo e arranca risos e lágrimas da plateia através de histórias da convivência com as limitações impostas pela doença degenerativa.

Nando Bolognesi em “Se Fosse Fácil, Não Teria Graça”: 
terças-feiras no Eva Herz (Foto: Ana Mesquita)



Fonte: Veja São Paulo - Postado em 02/03/2015 por Dirceu Alves Jr em Blog do Dirceu Na platéia

Comentários

  1. ♥ Oi amigos, sou Josiane de Campinas-Sp ♥
    ☺Não importa qual seja nossa situação, vamos sempre ser alegres, parece ser facil dizer, mas é mais facil fazer quando temos determinação, força de vontade e o que é mais importante, a ajuda de Deus, Cristo e do Espírito Santo com a gente. Mesmo em meio a tantas dificuldades, se adaptarmos nossos corações a dedicação a obediencia em Deus, vamos aprender que em tudo somos abençoados e tudo coopera para nosso bem (Romanos 8:28).
    Não existe coisa que Deus permita que nós não possamos suportar-1 Corintios 10:13- "Não veio sobre vós tentação, senão humana; mas fiel é Deus, que não vos deixará tentar acima do que podeis, antes com a tentação dará também o escape, para que a possais suportar". Deus dara o escape de todas tentações, então, vamos usar todas as oportunidades para fazer a diferença nesse mundo.

    ☺Que a paz de Deus, o amor de Cristo e a guia do Espirito Santo sempre esteja com voce, sua familia e todos que voce mais ama☺

    ResponderExcluir
  2. assista pelo computador:
    ocaminhoantigo.tv
    O Caminho Antigo HD no Youtube

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Ser cadeirante...

O texto abaixo está circulando na internet e achei pertinente postar aqui. É fato e muitas pessoas desconhecem o assunto, ás vezes por não conviverem com um cadeirante e não saberem lidar com uma situação, outras por ignorância, e a maior parte por descaso e desrespeito do próprio Estado de oferecer uma estrutura adequada para que a gente possa viver com mais dignidade. Boa leitura!   Ser cadeirante é ter o poder de emudecer as pessoas quando você passa… Ser cadeirante é não conseguir passar despercebi­do, mesmo quando você quer sumir! E ser completamente ignorado quando existe um andante ao seu lado. E isso não faz sentido, as pernas e os braços podem não estar funcionando bem, mas o resto está!

Ser cadeirante é amar ele­vadores e rampas e detestar escadas… Tapetes? Só se fo­rem voadores, por favor! Ser cadeirante é andar de ônibus e se sentir como um “Power Ranger” a diferença é que você chega ao ponto e diz: “é hora de MOFAR”.


Ser cadeirante é ter al­guém falando com você como se você…

Pessoas com deficiência x sexo

Pessoas, encontrei o texto abaixo e achei bem informativo. Quando o assunto é pessoas com deficiência e sexo ainda existe muito tabu. Ao meu ver o ponto chave é a família. Na maior parte dos casos as famílias tentam superproteger seus filhos afastando-os da vivência plenados seus sentimentos simplemente ignorando-os.

Não falar no assunto é a melhor forma de proteção, certo? Errado. É preciso sim orientar, conversar e assimilar as necessidades de cada pessoa com deficiência, mas ignorar que deficiente não tem sentimentos, não tem desejos, que deficiente não precisa se relacionar afetivamente, não é a melhor forma de tratar o assunto. 

Não somos bonecos de porcelana, que não podem sofrer, que não podem passar por situações difíceis, que não podem se quebrar, ficar em pedaços, em frangalhos. Claro que não queremos isso, mas faz parte. Somos iguais a qualquer outra pessoa e por isso se situações difíceis surgirem é a prova que estamos vivendo, perdendo de um lado e aprendendo do outro, ou …

Devotees

Descobri o termo em uma comunidade do orkut e fiquei curiosa para saber mais a respeito. Passei a ler artigos, blogs e afins, além de discutir o assunto com alguns devotees via MSN. Ainda serei uma pesquisadora profissional heheehe. Nem sempre reconhecemos um devotee de cara, até porque não vem escrito na testa de ninguém, mas com uma conversa dá pra constatar e tirar algumas conclusões. O que não pode acontecer é nos privarmos de conhecer pessoas que possam nos satisfazer emocionalmente. 
O importante é diferenciarmos a pessoa que é um devotee por apreciar a diversidade humana, que deseja sair do óbvio, do certinho, do convencional, para o devotee patológico que só tem olhos e tesão para a deficiência com seus aparatos: cadeira de rodas, muletas e aparelhos ortopédicos. Por tudo que já li cheguei a conclusão que ser um devotee não é doença, a não ser em casos restritos que ultrapassa o bom senso como já disse. No texto abaixo teremos a definição de devotee e suas ramificações com uma …